quinta-feira, 29 de julho de 2010

Em outro sonho...



E talvez meu erro seja procurar palavras difíceis, momentos certos e pessoas perfeitas.
Aos poucos, vou inventando rostos, decorando falas e criando situações.
Como um poeta, invento amores.
Como louco, faço de conta que são meus.
Quando me entrego a insanidade e fecho meus olhos meu mundo cresce, se tranforma em algo particularmente mais interessante. Então corro por entre minhas casas pintadas de giz de cera, enfrento os dragões e te encontro, tão linda, no alto da torre, que mesmo em sonho, é inatingível.
De repente acordo, e como uma criança que cai, repito. E durmo novamente.

8 comentários:

  1. Thiago.. és muito bom na prosa poética, constroi imagens lindíssimas ao seu leitor. Parabéns

    ResponderExcluir
  2. meu vinicius de moraes sem bohemia kkkkkkkk
    lindo como tu

    ResponderExcluir
  3. o mundo irreal é sempre mais interessante... e é incessante a nossa habilidade de recriá-lo a cada vez, a cada sonho ;)

    ResponderExcluir
  4. Cumpre com maestria a arte de me levar para outros mundos com simples palavras...
    Adoro te ler, esta cada dia melhor!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  5. Fiquei curiosa pra ler outros sonhos...

    Parabéns, rapaz que sabe sonhar!

    ResponderExcluir
  6. Que lindo! Veio em minha mente o vídeo de "Strawberry Swing" do Coldplay. Conhece?

    Se quiser dar uma olhada:
    (http://www.youtube.com/watch?v=BYtk1Z0UUuE)

    rs

    ResponderExcluir
  7. fuga de uma vida sem emoções fortes, se cria um grande escritor.

    ResponderExcluir