domingo, 12 de setembro de 2010

E seria exagero dizer que o amor nunca deu certo para mim.
Porque tudo foi só um sonho, uma realidade inventada. Vivi poesias mal feitas que ficaram só para mim. Ficaram aqui, guardadas no meu peito, e como agora estão mortas, deixam esse aspecto grosseiro, essa repugnância e mau cheiro.

4 comentários:

  1. Então já passou da hora de deixar as poesias de lado.

    Tudo o que você escreve me encanta.
    Um beijo =*

    ResponderExcluir
  2. Tenho comigo este cemitério de amor. Urnas com cinzas de poesias velhas, escritas à luz de amores falidos e que tamanha repugnância me trazem!

    Gostei do blog, voltarei sempre.

    Fique bem.

    =)

    ResponderExcluir
  3. E seria exagero dizer que o amor nunca deu certo para mim. [2]
    não, não me seria um exagero.

    =D

    ResponderExcluir
  4. Todos sofremos de amor mais poucos conseguem escrever o mau que os amores falidos nos causa, seres humanos falham.

    ResponderExcluir