sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Pobre alma,

Que se compadece com um pecado que não é teu.
Acaso pensas que teu estomago é feito o meu?

Resguarda-te, e não vá ao mundo agora.
É em belos sorrisos que o demônio mora.
Mas tu és inocente.
És incapaz de ver

Não te cubras dessa pureza falsa
Não há porque chorar.
Pelos teus pecados,
Tu mesmo irás pagar.

Pobre alma,
Esqueças o que te afliges
Na pior das hipóteses,
serão felizes.

5 comentários:

  1. Lindo.... alias todos são belos..mas não sei por qual motivo amei este... Parabéns,como sempre continua esplêndido!!!

    ResponderExcluir
  2. Lindo,tenho orgulho em lhe ter como amigo *-*

    ResponderExcluir
  3. Muito bom. Excelente.

    Tu és sincero com as palavras.

    E a foto do teu perfil chamou muito a minha atenção.

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  4. Perfeito, emocionante, lindo...
    Sei lá, não há definição certa!!!

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Muito bom! Belas palavras, beejo,beejo.

    ResponderExcluir